Segredo de rio.

terça-feira, 27 de outubro de 2015


A vida borbulha
Batendo contra os limites.
O rio sussurra
Conta a vida de antes.

Antes, quando ele podia ser
Largo e indecifrado.
Sem barreiras para transcorrer
E tudo era templo sagrado.

Só o vento lhe tocava os lábios.
E a doce música ainda ecoa.
Silenciosa. Para ouvido dos sábios
Que tem a alma como proa.

Hoje é lago gigante
Que o homem acha que construiu.
Mas a sua força a gente vê latente
Na rocha que ele ruiu.


O animal racional até pensa que é dono da natureza, mas sempre descobre quem manda quando vê a sua força...

13 novidades:

Carolina Hermanas disse...

O rio é tão lindo :)


A vida borbulha
Batendo contra os limites.
ameiiii esses dois versos.Conseguiu trazer direitinho pro nosso dia-a-dia a batlha interna e externa.
você escreve com muita sensibilidade e isso é lindo.


amei <3

beeijão ^^
http://carolhermanas.blogspot.com.br/

Camila Carvalho disse...

Coisa linda de se ler e sentir.
Parabéns moça.
Beijo ♥
http://www.tecontopoesia.com

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
António Batalha.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

Diana Fonseca disse...

A natureza é linda e poderosa.

Aline Teles disse...

Às vezes, durante esta jornada, nós temos que ser um pouco desse rio. Fortes perante as rochas. Adorei! Beijinhos.

Fê blue bird disse...

Quando o rio quer, destrói todas as barreiras.

Gosto muito do seu blogue e da sua escrita.

Um beijinho de uma nova seguidora

Cn Nous disse...

Sam, vibrei com tua energia defendendo tuas opiniões e crenças. Desejo que treus sonhos frutifiquem, que teus poemas se multipliquem e cheguem com essa tua energia,às crianças que necessitam dessa tua vontade de fazer mundo novo e bom.
Saudações!

Gaby Soncini disse...

Que poema mais bonito!

Obrigada pela doce visita em meu blog, amei conhecer seu cantinho, muito sereno e calmo.

Abraços!

Larissa Fonseca disse...

"O homem chega e já destrói a natureza", destruindo também, aos poucos e em consequência, a própria vida na Terra. Realidade triste e poema belo.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Lu. Bela poesia. A força da Natureza está em nós e nao o oposto.
Alguns insensatos deixam acontecer o pior, se destroem e o fazem com o ambiente natural, mas esquecem que tudo tem retorno e sofrem as consequências.
Uma semana de paz.
Beijos na alma.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Lu. Bela poesia. A força da Natureza está em nós e nao o oposto.
Alguns insensatos deixam acontecer o pior, se destroem e o fazem com o ambiente natural, mas esquecem que tudo tem retorno e sofrem as consequências.
Uma semana de paz.
Beijos na alma.

Isa Sá disse...

Bonito poema.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Laura Santos disse...

Belíssimo poema, Lu!
A natureza é mais sábia que qualquer ser humano,
e tem sempre razão. Lutar contra ela é lutar contra os nossos
próprios interesses enquanto espécie.
xx

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket