Eu falo ÉGUA!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Moro em Belém do Pará, a cidade dos protagonistas da nova novela mexicana Chimbinha&;Joelma, é que tristeza rs. Mas Belém tem seu valor, que pode ter ficado no século passado com fim da época áurea da borracha, mas sobrevive em detalhes como O cine Olympia, com pouco mais de um século, é o primeiro cinema fundado no Brasil. Esta outrora chamada de Petit Paris, hoje de parisiense só sobrevive algumas caboquices como "Ja me vu" rs.



Sim, depois desse prólogo pra dá uma situada voltemos ao tema central. Porque eu resolvi fazer esse post, além do fato que eu tava a fim de escrever aleatoriamente e nunca mais tinha feito isso aqui, me inspirei em um post, que eu ia linkar mas acabei perdendo-o nas páginas da vida, do qual me identifiquei bastaante. Fazia esse geralzão sobre Belémbe explicava sobre o uso do Égua e do Eras. Além disso porque muuuitas vezes ao acabar de ler muitos textos de vocês eu tenho aquela vontade de começar o comentário com um ÉGUATUÉDOIDO! mas a pessoa iria achar no mínimo que eu era doida ou que estava recebendo uma ofensa ao invés do meu elogio rs. Então é melhor eu explicar antes de acabar soltando um égua em algum comentário sem querer rs.
Aqui Égua serve para praticamente tudo, alegria, espanto, tristeza, raiva... Agora pensando nisso e escrevendo sobre percebo quanto isso é engraçado, nunca havia pensado  porque nós não pensamos sobre, simplesmente nascemos falando rs.
A distinção é feita através da entonação ou complemento. Como fala no texto que eu ia linkar acima, muitas vezes pra não colocar o égua podendo causar estranhamento, eu substituo pelo Eras, forma atenuada mas muito menos expressiva pra mim. Tem vezes que o Égua diz tudo e quando não posso dizer o Égua, fico sem ter o que falar rs.
O Égua veio de outra expressão daqui o Pai d'égua, que significa algo muito bom e você pode conhecer sua origem aqui
 Então pra ficar tudo muito bom falamos ÉGUA PAI D'ÉGUA! rs
E pra finalizar ilustrando tal expressão deixo essa pérola do brega paraense, porque se é pra falar do Pará e não por brega no meio, vai tá faltando alguma coisa rs

Esse é muito tosco kk, mas faz lembrar a minha infância, quando os bregas eram românticos pra dançar de rosto colado, hoje tem cada coisa que é melhor nem falar rs. Mas deixa eu aproveitar, pois acredito que nunca mais voltarei falar de brega aqui, pra mostrar outra marcante da minha infância e pra vocês perceberem que há poetas da tosquera rs.


E na cidade de vocês tem alguma expressão que só se fala ai?

1 novidades:

Jaime Portela disse...

Cada terra tem as suas expressões ou palavras típicas.
Mas os mais novos tendem a harmonizar a linguagem, já que a internet vai contagiando todo o mundo. Até eu escrevo rsrsrs, que é uma abreviatura totalmente brasileira, creio eu, como alternativa ao lol...
Gostei do seu post, fiquei a saber mais alguma coisa a cerca do vocabulário de Belém.
Lu, tenha um bom fim de semana.
Abraço.

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket