Assédio nosso de cada dia.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

#MeuPrimeiroAssédio foi quando eu tinha sete anos e um menino da minha idade na escola me prendeu na parede pra me agarrar, então eu dei um chute no saco dele.
Isso pode parecer engraçado. Mas se fosse um homem maia velho ao invés de um menino, seria?

Fazendo um link com o post anterior, sobre a mania que o brasileiro tem de fazer gracinha com coisas sérias. A campanha #PrimeiroAssédio, começou a ser veículada após comentários ridículos de teor sexual sobre uma participante do MasterChefJunior de apenas doze anis, visando alertar sobre o fato de que muitos casos de assédio acontecem na infância. Imaginem o quão difícil e ao mesmo tempo libertador para algumas das mulheres que apoiaram a causa e relataram o que com certeza foi traumático à elas. E algumas pessoas acham que isso é motivo para tirar sarro?!

No instante em que eu vi a reportagem sobre comentários denegrindo essas mulheres e fazendo graça com a situação, logo pensei. Isso é fruto de humoristas babacas como Danilo Gentili, que fazem graça sem respeito ao outro e depois vem se justicar, aah era só uma piada. Então pra confirmar o meu pensamento, no outro dia vejo o Roger, do Ultraje a Rigor que trabalha com o babaca já citado, vem dá uma de engraçadinho também. Caramba, isso não é engraçado!!! Isso envolve cultura do estupro! Isso envolve pedofilia!

Pergunte para os engraçadinhos se eles concordam com isso, dirão todos com a maior cara de inocentes "eu só estava brincaando." Minha mãe sempre diz que brincando, brincando o cachorro emprenhou a sua mãe. Enquanto idiotas continuarem brincando com coisa séria, todos esses males, racismo homofobia machismo assédio violência contra mulher etc, continuarão se perpetuando. O único lado bom de situações como essas, são as pessoas que já fazem a graça sem nem pensar, começarem a refletir mais sobre o que estão falando...

2 novidades:

Jaime Portela disse...

O assédio a menores não devia ser assunto de humor. Até porque não faz rir ninguém, a não ser as pessoas rascas da sociedade.
Obrigado pela sua visita e pelas suas amáveis palavras.
Gostei do seu blogue. Por isso, virei cá de vez em quando (vou colocar o seu link).
Lu, tenha um bom domingo e uma boa semana.
Abraço.

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Lu.. grato pela visita e comentário..
levantaste um tema que cada vez mais esta fora do controle..
perdeu-se o belo da infancia com sentimentos denegridos, tecnologia que mais tem destruido sentimentos que aproximado pessoas.. perdeu-se muitos valores né.. que isso possa mudar.. tenhas um feliz dia.. abraços e fique sempre bem

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket