Desvende-se.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

"Desde o começo do mundo que o homem sonha com a paz
Ela está dentro dele mesmo
Ele tem a paz e não sabe
É só fechar os olhos e olhar pra dentro de si mesmo."
Roberto Carlos.


Como filhotes de gatos domésticos contemplam pequenos pássaros a ciscar de sua janela engradeada, só na imaginação de poder pegá-los, penosas presas... Ele vive trancado de frente à janela de sua alma, do lado de fora do seu ser, vivendo ilusões de sua mente, mas sonhando em livrar-se de suas penosas penas.
Como um animal doméstico é amansado de seus ímpetos selvagens com comidinhas e carinhos, ele é aliciado pela mão invisível que direciona as massas com suas caixas falantes, com seus letreiros brilhantes, com seus fantoches dançantes. Ele ri, parece feliz, à la prozac.
O que é felicidade? Um camaro amarelo? Ouça o que Sócrates diz em suas aulas de filosofia. O pior cego é aquele que não quer ver? Mas ele, ele sente...E sentir é tirar as vendas da alma, é desparafusar as grades que o aprisionam. Eles não querem que se sinta como em 1984, porque faz os cegos verem, mudos falarem e surdos escutarem...
Não ouça tudo que te ensinam na escola. Não perca seu tempo vendo uma bola. Teoria da evolução? De que adianta sem revolucionar. O macaco agora anda, mas ele realmente aprendeu a pensar?

7 novidades:

Ricardo Monteiro disse...

Gostei.
Esse final foi top.

Boa tarde moça.
Bjos

Erica Ferro disse...

Que do caramba!
Adorei a filosofia e poesia nas entrelinhas.
Ótima reflexão!

Beijo!

Blog || FanPage

Fábio Murilo disse...

Texto para ser lido, relido e refletido. Excelente, reflexão, Lu.

ticoético disse...

Exatamente,concordo com o Fábio Murilo,nenhuma novidade é ou será tão importante quanto àquela das coisas que trazemos dentro,tão dormidas que parecem mortas...
Tudo hoje é anúncio,é gourmet,rs... O pop é limitado,me preocupo...onde isso leva?

Abraço!

Ariana Coimbra disse...

Uau!
"Não ouça tudo que te ensinam na escola. Não perca seu tempo vendo uma bola. "

Quantas verdades ditas ai, nessas linhas mais que sentidas, também vividas.
Texto reflexivo guria. Adorei!


Beijo

Bandys disse...

Uma reflexão, um texto profundo.
Gostei

Maria Gabriela disse...

''Como um animal doméstico é amansado de seus ímpetos selvagens com comidinhas e carinhos, ele é aliciado pela mão invisível que direciona as massas com suas caixas falantes, com seus letreiros brilhantes, com seus fantoches dançantes. Ele ri, parece feliz, à la prozac.''
Perfeito!

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket