Outra vez.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Das lembranças
Que eu trago na vida
Você é a saudade
Que eu gosto de ter
Só assim!
Sinto você bem perto de mim
Outra vez...
_________________________Roberto Carlos.



Mais uma manhã ele acordou cedo, calçou os chinelos, tocou o travesseiro ao seu lado como se a desse bom dia. Tomou o café amargo que nunca aprendeu a fazer. Foi para o quintal escutar os pássaros.
Sem perceber fazia mais um ano. As memórias vieram recorda-lhe. Sentou naquele banquinho que ele havia feito para eles e disse:
- Sinto a tua falta a cada momento.
E no sonho ela estava mesmo ali. Encostou sua cabeça sobre os ombros dele e falou:
- Mas eu estou sempre aqui.
Ele passou o braço por trás do seu pescoço.
- Lembra de quando eu construi esse banquinho?
- Eu estava com raiva por você ter esquecido de que iriamos à praça para ouvir a seresta, passou a noite bebendo.
Ele acariciou-lhe a cabeça dando-lhe um beijo na lateral do rosto.
- Então fiz esse banco, liguei o toca disco e todos dias seriam seresta para nós. Nunca mais dancei. Não tem graça sem ter os teus pés para pisar.
Ela o olhou com um sorriso. Ele levantou e deu-lhe a mão.
- Concede-me essa dança bela dama?
Com o mesmo sorriso ela levantou-se. Então eles valsaram ao som de bem-te-vis.
Ele abriu os olhos. Conseguia sentir o cheiro dela, mas eram as roseiras balançando com o vento. Ele suspirou, tocou o vazio ao seu lado.
- Que sentido isso tem sem você?
E como uma resposta veio o moleque de cabelos cacheados zimbado em sua direção gritando:
- Vô!Vô!Vô!
O menino subiu no banco e agarrou-lhe o pescoço sampicando beijos na careca fazendo o velhinho rir.
- Calma menino, calma. Senta aqui. Vou lhe contar uma história.
- Oba! Conta, conta, conta!
- Sabe porque tem esse banco no meio do quintal?

3 novidades:

Rodolpho Padovani disse...

Ai ai, que histórinha mais meiga, sério, fui lendo e sendo levado pelas palavras suaves e o final me arrancou um sorriso.
Muito linda.

Bjs =)

Talita Oliveira disse...

Lindo, lindo! *___*
Encantada!

Má Midlej disse...

CHOREI! meu deus, eu estou soluçando feito criança.
Porque esse amor que voce pintou, é o ideal, cara. É o que eu infelizmente penso utópico =/
Mas, que coisa linda. Sensível.
AMEI.
seu melhor, menina

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket