Esquecer que te esqueci.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Eu, agora - que desfecho-
Já nem penso mais em ti.
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci.
_____________________Mario Quintana


Faça o tempo passar e não me deixe ver,
Porque não quero pensar e nem quero sofrer.
Faço o tempo seguir nas suas mãos sombrias
Porque o que tenho são apenas fantasias.

O que quero do tempo é o que não posso querer.
Coisas, momentos que quero rever.
Mas o tempo é injusto, não pode voltar
Para onde de novo eu queria está.

No mesmo momento, no mesmo lugar
Que esqueci de te amar,
Que falhei em te deixar.

Hoje o que tenho são apenas lembranças que não posso pegar.
Hoje o que tenho é apenas solidão que não quer me largar.
Hoje o que tenho é a vontade de morrer ou então voar

Para perto dos teus braços para poder te abraçar
E esquecer que um dia eu não pude te lembrar.

4 novidades:

Leticía Gomes disse...

a combinação de mario quintana, borboleta monarca e seu poema é maravilhosa.
como sempre, um excelente trabalho.

agora, vou à postagem do cravo, que li ontem e não tive como comentar.

Dany disse...

Lindo, lindo, lindo!!!!
Infelizmente não podemos voltar atrás e fazer um novo começo...
o tempo é realmente injusto..
Bjsss

* Luria Corrêa , disse...

nossa, que lindo. Expressa realmente o que é desejado à todos, e ao ser seguido, revela novamente algum sentimento. Adorei lury .

bejs :)

Rodolpho Padovani disse...

Muitas pessoas vivem isso, querer reviver o passado, mas é impossível e o certo é seguir em frente...

Bjs =)

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket