Paixão de lua.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

"Hoje a noite não tem luar
E eu estou sem ela.
Já não sei onde procurar.
Não sei onde ela está"
Menudos.




Eu vi a lua
Refletida no teu olhar.
Pensei em um dia ser tua,
Pensei em para sempre te amar.

Eu vi o mar.
As ondas tocaram na areia.
Como quando você me beijar
Eu me tornarei tua sereia.

Eu vi as estrelas
Numa noite sem luar.
Eu só pude te ver e vê-las
Com a lua de prata eu pude sonhar.

Eu vi a tua sombra ir embora.
Nem contigo, nem com a lua sonhei.
Senti que chegara a hora
E por horas a fio chorei.

Eu quis te ver
Mas não pude encontrar.
Vai ser difícil conter
A saudade que a lua me fará.

-
Poema antigo, de 2005, por ai...
Queria agradecer aos conselhos das minhas queridas leitoras no post passado, muito obrigado viu, vocês são lindas!

5 novidades:

Alanna Stefhany disse...

Lindo esse poeminha ' :S

:*

Eraldo Paulino disse...

Esse climão de encantamento é realmente demais. Nesse período é que somos verdadeiros poetas, ainda que não escrevamos nada, com certeza nossos olhares para o além versa..

Bjs!

* Luria Corrêa , disse...

lindo,lindo a poesia ! Super mágica e apaixonante. adorei :)

Beijos :*

Erica Ferro disse...

A lua sempre há de aparecer.
Sempre.
;*

Gabriela disse...

Aaah, que bonitinho! E eu que gosto tanto da lua, adorei o poema! :)
Beijos

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket