Segredo

terça-feira, 18 de maio de 2010



Fui te ver, não te encontrei.
Não sei se és quem verdadeiramente amei,
O esplendor da beleza
Nua e crua de tristeza.

Guiado pelo teu coração bandido
Que me fez um prisioneiro perdido
Em todo este labirinto do teu corpo.
Te quis como doido, desvairado.
Te fiz juras de amor ao topo.

Mas comigo você nem teve cuidado,
De me magoar ou me deixar assustado
Por conta da tua falta em meus braços.
E meu coração jogado no chão em pedaços.

Fui traido pelo meu próprio medo
De ter em segredo
Sem ao menos ter te conquistado.


-

Prepare-se para a Onda Verde
dia 21 de maio.

E se você mora em Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio, Salvador e São Paulo ajude o GreenPeace em protesto contra a bancada da motoserra que quer alterar o código florrestal. E não se esqueça de assinar também a petiçãocontra o deputado Aldo Rebelo.


6 novidades:

Barbara Salvan disse...

Tem uma frase que diz "E quantas coisas perdemos pelo simples medo de perder..."
Eu acho que ela se encaixa na sua postagem...
Amei seu texto, de verdade!
Amo tudo isso aqui... seu blog é lindo!
Beijos, continue sempre postando, pois adoro ler oq vc escreve :D

Angélica :) disse...

tem alguns selinho pra você lá no meu blog.. :)
Passa lá no Aperte o Piii !

Beijos.

Laura disse...

Oi, que lindo blog. Amores platônicos sempre dilacera os corações.

Bjs

Ellen Azevedo disse...

Tem selinho pra você no meu blog!
Parabéns pelo cantinho tão encantador.

Beijos coloridos ;)

Eva Cidrack. disse...

É, isso sem dúvidas acontece com todos os seres humanos.

Adorei o seu blog. :)

Regina disse...

"De ter em segredo
Sem ao menos ter te conquistado"
Lembrou muito um verão que passei e ali tive minha primeira paixão platônica. O resto do tempo, passei amando e sem segredo nenhum. Lindo blog, te sigo.

Postar um comentário

e ai alguma novidade?


obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no twitter: @lusampaiiio

 
Design by Pocket